Preparação da Dissertação

Para alcançar os objetivos da dissertação é preciso também – claro está – levar a bom porto a dissertação. Isso começa por teres a consciência de que um semestre não é na maior parte dos casos suficiente para fazer uma dissertação de que te possas orgulhar. A dissertação começa, na realidade, com Preparação da Dissertação, onde interiorizas o problema ao qual o teu projeto vai dar resposta, preparas o estado da arte, propões desenhos para o projeto, e especificas a metodologia de avaliação. Ao preparar o estado da arte vais ler artigos científicos para perceber quem mais no mundo fez já algo parecido com o que te propões fazer, quem já pensou sobre o problema que o teu projeto resolve e de que forma o tentaram resolver, e que métodos de avaliação de desempenho foram utilizados em projetos semelhantes. Desta forma aprendes que ao evitar trabalho duplicado e ao trabalhar sobre o conhecimento que outros já publicaram estás de facto a melhorar o teu projeto. E ao especificar a metodologia de avaliação vais perceber que género de afirmações podes fazer sobre a qualidade do teu projeto depois de o implementares: é mais rápido, tem melhor precisão, usa menos recursos, ou é melhor segundo outra métrica relevante de comparação com projetos semelhantes. Só fica a faltar a implementação do projeto, avaliar o seu desempenho, e escrever o documento que vai ser avaliado, que fazes em Dissertação. Regresso à página inicial.

Nota: o ramo de Energia não tem uma unidade curricular de Preparação de Dissertação mas também é necessário contextualizar o trabalho no estado da arte e especificar a metodologia de avaliação. Isto é feito durante a Dissertação.